Quinta-feira, 20 de Agosto de 2009
Weber explica

Isaltino disse qualquer coisa como "o julgamento será feito pelos oeirenses". Muitos oeirenses, na tv, dizem que "sim, vou votar Isaltino". É como se Portugal fosse mesmo uma sociedade pré-Direito, pré-moderna, onde a palavra do líder carismático é mais forte do que a lei.



por Henrique Raposo às 17:03 | link | partilhar

Quarta-feira, 19 de Agosto de 2009
Mann

 

 

Dizer que Mann é um clássico e um duro é ficar pela metade.



por Henrique Raposo às 22:57 | link | partilhar

Escutas?

Lisboa é um penico. Desde quando é preciso escutas para sabermos que x almoça com y? Desde quando é preciso escutas para sabermos que w é amigo de z? Isto é Lisboa, não é Washington.



por Henrique Raposo às 13:13 | link | partilhar

Popzinha

No fundo, são paradoxos da ‘arte moderna’ e da ‘vida pop’, que se confundem bastante nos nossos dias: gente que passa depressa.


Francisco José Viegas



por Henrique Raposo às 12:41 | link | partilhar

Terça-feira, 18 de Agosto de 2009
Os três 'Portugais'

Crónica do Expresso:

 

... Nós rejeitamos os emigrantes porque eles nos fazem lembrar aquilo que queríamos esquecer: o atraso histórico de Portugal. Os modos 'rurais' do emigrante recordam-nos que as marcas da modernidade só chegaram a Portugal na geração dos meus pais. Na Europa rica, o êxodo rural deu-se no século XIX; em Portugal, a fuga para as cidades só ocorreu nos anos 60 e 70. Foi nessa época que os alentejanos, por exemplo, colonizaram a margem sul e os subúrbios orientais de Lisboa (uma epopeia que ainda está por contar). Nas Inglaterras e nas Holandas, a escolarização da população iniciou-se no século XIX. Em Portugal, a geração dos meus avós ainda era analfabeta. A geração dos meus pais foi a primeira geração de portugueses a ir à escola, para completar apenas a quarta classe. Agora, a minha geração tem mestrados e doutoramentos. Portanto, temos aqui três gerações que representam três 'Portugais' distintos. Três 'Portugais' que nem sempre se respeitam...



por Henrique Raposo às 11:10 | link | partilhar

Segunda-feira, 17 de Agosto de 2009
Indumentária do metaleiro no verão

 



por Henrique Raposo às 17:12 | link | partilhar

Domingo, 16 de Agosto de 2009
Bruxa

O Benfas contratou muita gente. Mas o JJ esqueceu uma coisa: não contratou uma bruxa. Para fazer frente a guarda-redes brasileiros que fazem vudu é preciso ir à bruxa.



por Henrique Raposo às 22:15 | link | partilhar

da série "vamos cometer suicídio em alta cilindrada"

 

 



por Henrique Raposo às 15:26 | link | partilhar

Sábado, 15 de Agosto de 2009
Para Augusto Santos Silva e Joaquim Vieira

 

 

"O artigo 29 do projecto de lei, destinado a reprimir os abusos do jornalismo "licencioso", autorizava a apreensão de qualquer escrito pelo simples depoimento de duas testemunhas e prisão preventiva do autor denunciado". 


 

 



por Henrique Raposo às 22:17 | link | partilhar

Como é "cool" o BE

Ler "Um Jovem Cool", de Filipe Faria



por Henrique Raposo às 21:49 | link | partilhar

O poder da bloga

A blogosfera dá opinião, mesmo quando ninguém lha pede. É por isso que tante gente tem medo dela.

Sofia Rocha, Aparelho de Estado (Expresso)



por Henrique Raposo às 14:49 | link | partilhar

"Ditadura Virtual"

Não sei se o garoto está mesmo fazendo tudo isso. Mas tudo indica que se livrou da ditadura virtual e, bronzeado, feliz e saudável, caiu na vida. Na vida real, digo.


Ruy Castro



por Henrique Raposo às 13:10 | link | partilhar

Sexta-feira, 14 de Agosto de 2009
Sobre a bandeira do 31

Há cada vez mais bloggers a levarem-se demasiado a sério não se dando conta que estão também cada vez mais chatos.


Paulo Pinto Mascarenhas



por Henrique Raposo às 20:21 | link | partilhar

Boxe

 

Um bom filme (ia escrever "belo filme", mas não consigo dizer que o Ron Howard faz mais do que um "bom filme") sobre um grande combate de boxe.



por Henrique Raposo às 19:28 | link | partilhar

Bafo do urso

Mas enquanto os europeus de Leste sentem o bafo do urso no pescoço, os ocidentais, a começar pela Alemanha, querem gás e não querem chatices. Por isso não há uma política da União Europeia para conter a Rússia. Se Washington não se impuser - um grande se, apesar de visitas pastorais de Joe Biden a Tbilissi e Kiev - outras Geórgias virão.


José Cutileiro



por Henrique Raposo às 14:15 | link | partilhar

autores
Henrique Raposo
Rui Ramos
Livros






Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009