Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Clube das Repúblicas Mortas

Clube das Repúblicas Mortas

26
Ago09

O Freeport do PSD

Henrique Raposo

Crónica do Expresso: "República de Magistrados"

 

[...] Se o PSD vencer as eleições, essa vitória dever-se-á ao caso Freeport. A vitória do PSD não terá por base os méritos de Ferreira Leite, mas sim os deméritos do MP. E isto é o pior que podia acontecer à direita: voltar ao poder sem ter feito o trabalho de casa; voltar ao poder sem ter desenvolvido uma forma de pensar diferente da cartilha socialista. E isto também é o pior que podia acontecer à democracia. É cada vez mais evidente que vivemos numa república de magistrados, e não numa democracia liberal. Seja qual for a vontade do eleitorado, o MP já ganhou as eleições de 27 de Setembro.

23
Ago09

Sistema de saúde

Henrique Raposo

1. Ainda vivemos em sistemas políticos, ou já vivemos em sistemas de saúde? Os sistemas políticos já foram substituídos por sistemas médicos? Pode haver política em sociedades tão dependentes da medicina? Pode haver política numa sociedade onde a ciência médica tudo controla?

 

2. Devia ter escutado minha mãe: "vai pra médico, deixa isso da história".

21
Ago09

Os outros partidos

Henrique Raposo

É exasperante a forma como juízes e procuradores – a coberto dos seus sindicatos – passam a vida a meter o pé no processo político. É como se esses sindicatos fossem partidos encapotados, que permitem aos seus representantes uma ilegítima intromissão na definição das prioridades do estado.

Os magistrados só defendem a vontade do estado a jusante; a montante, não fazem a vontade do estado. Alguém tem de explicar aos nossos magistrados que defender a lei não implica fazer a lei

 

 

 

 

20
Ago09

Pormaior

Henrique Raposo

Li ontem qualquer coisa como isto no i: o PSD vai reafirmar a sua identidade "social democrata" contra o estatismo dos socialistas. Alguém podia dizer o seguinte aos senhores do PSD: “social democrata” não é muito diferente de “socialista”. É um pormaior que convém ter em mente. 

 

 

20
Ago09

Weber explica

Henrique Raposo

Isaltino disse qualquer coisa como "o julgamento será feito pelos oeirenses". Muitos oeirenses, na tv, dizem que "sim, vou votar Isaltino". É como se Portugal fosse mesmo uma sociedade pré-Direito, pré-moderna, onde a palavra do líder carismático é mais forte do que a lei.

19
Ago09

Escutas?

Henrique Raposo

Lisboa é um penico. Desde quando é preciso escutas para sabermos que x almoça com y? Desde quando é preciso escutas para sabermos que w é amigo de z? Isto é Lisboa, não é Washington.

18
Ago09

Os três 'Portugais'

Henrique Raposo

Crónica do Expresso:

 

... Nós rejeitamos os emigrantes porque eles nos fazem lembrar aquilo que queríamos esquecer: o atraso histórico de Portugal. Os modos 'rurais' do emigrante recordam-nos que as marcas da modernidade só chegaram a Portugal na geração dos meus pais. Na Europa rica, o êxodo rural deu-se no século XIX; em Portugal, a fuga para as cidades só ocorreu nos anos 60 e 70. Foi nessa época que os alentejanos, por exemplo, colonizaram a margem sul e os subúrbios orientais de Lisboa (uma epopeia que ainda está por contar). Nas Inglaterras e nas Holandas, a escolarização da população iniciou-se no século XIX. Em Portugal, a geração dos meus avós ainda era analfabeta. A geração dos meus pais foi a primeira geração de portugueses a ir à escola, para completar apenas a quarta classe. Agora, a minha geração tem mestrados e doutoramentos. Portanto, temos aqui três gerações que representam três 'Portugais' distintos. Três 'Portugais' que nem sempre se respeitam...

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

  •  
  • Henrique Raposo:

  •  
  • Rui Ramos:

  •  
  • Notícias

  •  
  • Revistas

  •  
  • Blogs

  •  
  • Arquivo

    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2013
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2012
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2011
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2010
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2009
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D