Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Clube das Repúblicas Mortas

Clube das Repúblicas Mortas

29
Abr12

Reestruturar a dívida das famílias com crédito à habitação

Henrique Raposo

No dia em que me encontrei com Gudrun – que saiu do ateliê dos grandes projectos da bolha e trabalha agora numa empresa que constrói e arrenda casas a baixo custo –, a notícia dominante era a decisão do Supremo Tribunal que ordenara a revisão em baixa dos juros nos contratos mais arriscados, feitos em moeda estrangeira. “É uma má lição que as autoridades dão, porque recompensam os que mais arriscaram à custa dos mais prudentes”, acusa Gudrun. Thórolfur Matthíasson, professor na Faculdade de Economia da Universidade da Islândia, percebe o problema, mas considera-o inevitável. “Há uma coisa que não se pode esperar numa crise financeira: justiça transversal.” Os mais prudentes pagam sempre a conta.

Matthíasson assistiu a comissão parlamentar de supervisão dos programas de redução da dívida das famílias, elogiados há duas semanas pelo FMI, que recomendou o mesmo rumo a países com dívida privada muito alta e resultante de bolhas de crédito imobiliário (um recado indirecto para Espanha com eco em Portugal). As autoridades começaram por um perdão parcial às pessoas com dívida 110% maior do que o valor da casa, explica. Depois avançaram para moratórias e perdões parciais para quem tinha um empréstimo igual ao valor da casa (obrigando, em contrapartida, as pessoas a venderem todos os activos, excepto a casa e um carro). Ao todo, o Estado já concedeu perdões de dívida e moratórias no valor de 20% do PIB (cerca de 2 mil milhões de euros). “O problema é que as pessoas esperavam muito mais perdões”, lamenta Matthíasson. A dívida de particulares ainda supera em 200% o rendimento disponível (130% em Portugal) e um terço das famílias está em dificuldades para cumprir as prestações.

 

Bruno Faria Lopes, na Islândia

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

  •  
  • Henrique Raposo:

  •  
  • Rui Ramos:

  •  
  • Notícias

  •  
  • Revistas

  •  
  • Blogs

  •  
  • Arquivo

    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2013
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2012
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2011
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2010
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2009
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D