Quarta-feira, 6 de Novembro de 2013
Carrilho e Bárbara Guimarães: o que é público e o que é privado

 

 

Crónica do Expresso online



por Henrique Raposo às 08:26 | link | partilhar

Segunda-feira, 4 de Novembro de 2013
Portas está atrasado 30 anos (mas traz Lucas Pires)



Coluna do Expresso-Online


por Henrique Raposo às 08:06 | link | partilhar

Sábado, 2 de Novembro de 2013
Sócrates, meu irmão

 

 

Crónica desta semana



por Henrique Raposo às 08:43 | link | partilhar

Sexta-feira, 1 de Novembro de 2013
Portas recupera Lucas Pires

 


Expresso, junho de 2011


Lucas Pires

Francisco Lucas Pires já não está entre nós, mas é o político português mais actual. Aliás, quero avançar com uma notícia em primeira mão: Lucas Pires venceu as eleições de 5 de Junho (...) Partes inteiras do memorando da troika parecem palimpsestos do Grupo de Ofir, a unidade de elite reunida por Lucas Pires nos anos 80. Entre 1984 e 1985, estes ninjas do liberalismo de direita (Lucas Pires, António Borges, Cruz Vilaça, Fernando Adão da Fonseca, etc.) criaram o primeiro grande projecto liberal-conservador da III República (...) o dr. Passos e o dr. Portas deviam fazer uma sessão espírita com No Caminho da Sociedade: Objectivo 92, o livro que reuniu os trabalhos do Grupo de Ofir. Está lá tudo. Está lá a troika, e muito mais (...) Como todos os barbudos, Lucas Pires foi um profeta. 

E, como todos os profetas, Lucas Pires perdeu na vida terrena. Em 1985, esta direita desempoeirada foi esmagada pelo cinzentismo da direita-que-tem-medo-de-dizer-que-é-de-direita (vulgo: cavaquismo). Nos 25 anos seguintes, este projecto liberal-conservador ficou congelado na síndrome de enteada da direita portuguesa. Como a filhinha querida do regime era a esquerda, a direita abandonou o combate ideológico, assumindo uma inferioridade cultural. Nos últimos anos, as coisas começaram a mudar quando uma nova geração bateu à porta do PSD e do CDS. As jovens sereias e os jovens turcos de Paulo Portas são liberais e conservadores. E, quando Rangel e Passos disputaram a liderança do PSD, uma coisa ficou logo evidente: o PSD cavaquista e apolítico estava morto. Cada um à sua maneira, Rangel e Passos representaram, e representam, uma descolagem liberal. Ora, quando esta nova geração de direitolas começou a fazer das suas, o PS fez o favor de criar as condições para a intervenção externa, que, como se sabe, introduziu reformas que já estavam na mira dos direitolas indígenas. Aliás, fica a ideia de que o memorando da troika é uma fotocópia de um caderninho de Catroga & Moedas.

Para terminar esta crónica lucas-pirista, convém dizer que os dotes proféticos de Lucas Pires voltam a ser evidentes nesta questão da intervenção externa. Em 1988, Lucas Pires dizia uma coisa que só agora é visível: a UE representaria para Portugal uma revolução liberal; dizia ainda que seria difícil passarmos da órbita de 1975/76 para a órbita europeia. Aqui e agora, nós estamos - precisamente - a viver essa transição difícil. Em 2011, o país com a Constituição mais socialista do Ocidente está a ser confrontado com as ondas liberais da UE, esse projecto político que está no âmago de CDS, PSD e PS. É por isso que o 5 de junho de 2011 marca a vitória de Lucas Pires (...) porque o PS está amarrado à revolução liberal em curso. O PS, para ser o PS, não pode recusar as medidas da UE. O PS, para ser o PS, não pode rasgar o grande conceito do Lucas Pires europeísta: o duplo constitucionalismo. Porque o PS tem sido o campeão português desse duplo constitucionalismo europeu (...).


 



por Henrique Raposo às 11:02 | link | partilhar

O dia em que traí o Benfica

 

Crónica do Expresso online



por Henrique Raposo às 08:13 | link | partilhar

autores
Henrique Raposo
Rui Ramos
Livros






Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009