Sexta-feira, 30 de Março de 2012
Ser do Benfica é ver D. Sebastião no Emerson

 

 

 

 

 

Crónica de hoje do Expresso online

Antes morto que coxo!



por Henrique Raposo às 10:00 | link | partilhar

Quinta-feira, 29 de Março de 2012
Esperança

"(...) Deste modo, ao falar da Holanda, Rentes acabou por escrever uma das melhores reflexões sobre o que é ser-se português. Sim, na rua, na coisa pública, o patriotismo é impossível em Portugal. Todavia, em casa, junto da família e dos amigos, os portugueses são reis e senhores de um certo patriotismo das quatro paredes: o afecto, aquele carinho que leva um certo escritor luso-holandês a chorar enquanto vê o filme do casamento de uma rapariga da aldeia.

Este tecido mimoso, que é o nosso lado solar, tem a sua melhor expressão em Ernestina. Em termos meramente literários, Ernestina é uma obra menos sofisticada do que A Amante Holandesa, mas, em compensação, deixa um lastro emocional difícil de esquecer. Neste romance autobiográfico, Rentes descreve a dureza da sua meninice no Porto e em Estevais. Sim, há ali muitas caras tisnadas e muitas mãos calejadas. Mas também há carinho. Ernestina é um livro duro, mas nunca corta a esperança, e acaba por nos encantar com essa ternura áspera.

Em Tempo Contado, Rentes de Carvalho deixa o seguinte desabafo:

 

                            "se não fosse a melancolia (...), a minha ambição seria escrever livros onde avultassem as situações felizes, as personagens bondosas e as atitudes optimistas. Não me refiro a lamechices (...)  mas a obras em que o leitor pudesse encontrar amparo para as suas ânsias, encorajamento na luta contra as incertezas, alguns sorrisos e um final  que, ao rebentar com o colorido e a força do buquê de um fogo-de-artifício, lhe  confirmasse quanto vale a pena viver".

 

Estas linhas foram escritas antes ou durante a escrita de Ernestina. Não por acaso, podemos garantir que o final de Ernestina tem esta força redentora tão desejada pelo autor. Até faz lembrar o final do 400 Golpes de François Truffaut: vemos ali um menino a correr e ficamos emocionados sem saber bem porquê. Há ali a força da redenção (sim, redenção: a única forma de esperança que um adulto vacinado tem direito a sentir). E esta esperança áspera, esta possibilidade de redenção acaba por passar do menino para o país, esse país que encontrou um inesperado biógrafo na figura de José Rentes de Carvalho".

 

Final do ensaio publicado na Ler de Julho de 2011 sobre José Rentes de Carvalho, o meu herói, o meu brother de 82 anos.



por Henrique Raposo às 12:46 | link | partilhar

As mulheres de Camilo

Henrique Raposo, A Tempo e a Desmodo - As mulheres de Camilo

 

Coluna de hoje do Expresso online



por Henrique Raposo às 10:12 | link | partilhar

Quarta-feira, 28 de Março de 2012
Atacar judeus é cool há muito tempo

 

Coluna de hoje do Expresso online



por Henrique Raposo às 10:00 | link | partilhar

Não, não. O Emerson é muito bom



por Henrique Raposo às 09:14 | link | partilhar

Terça-feira, 27 de Março de 2012
Quando a arrogância científica do "geek" passa a ser uma ameaça

As Molinero put it: “The main idea when you become a quant is that a computer is less prone to pitfalls than a human.”

If Molinero is right, then Michal Galas became a quant a long time ago. For his PhD, Galas is building what he calls an “adaptable algorithm trading portfolio” – a production line of automated trading strategies, from which computers will select the most appropriate one, depending on what is happening in a particular market. Algorithms upon algorithms upon algorithms. Galas imagines it as a hedge fund without employees. “There is no human intervention necessary,” he said.



por Henrique Raposo às 15:21 | link | partilhar

Sobre o anti-semitismo na Europa

O artigo a ler, de Efraim Karsh



por Henrique Raposo às 14:43 | link | partilhar

Segunda-feira, 26 de Março de 2012
A liberdade de expressão, segundo um gang de extrema-esquerda, perdão, segundo um grupo de anjos


por Henrique Raposo às 16:41 | link | partilhar

Claro, o assassino é, na verdade, uma vítima

O cómico, Tariq Ramadan



por Henrique Raposo às 11:50 | link | partilhar

Sexta-feira, 23 de Março de 2012
As sociedades que escolhem o suicídio (ou a via da CGTP)

Coluna de hoje do Expresso online



por Henrique Raposo às 10:08 | link | partilhar

Quinta-feira, 22 de Março de 2012
Portugal num pacotinho de leite

Henrique Raposo, A Tempo e a Desmodo - Portugal num pacotinho de leite

 

Aqui



por Henrique Raposo às 10:00 | link | partilhar

Quarta-feira, 21 de Março de 2012
Algum serviço público

 

A RTP passa hoje este grande filme.



por Henrique Raposo às 18:44 | link | partilhar

Isto não é liberalismo ou "neoliberalismo". Isto não é economia aberta ou "capitalismo". Isto é a Neverland de geeks. Isto é geekismo

E assusta: "School for Quants"



por Henrique Raposo às 11:20 | link | partilhar

Bayern vs. Real (ou o choque entre a Alemanha e o Sul)

Coluna de hoje do Expresso online



por Henrique Raposo às 10:00 | link | partilhar

Terça-feira, 20 de Março de 2012
Amo a Humanidade (e mato recém-nascidos nos intervalos)

 

Coluna de hoje do Expresso online:



por Henrique Raposo às 10:34 | link | partilhar

autores
Henrique Raposo
Rui Ramos
Livros






Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009